Entidade Gestora
Subscreva a nossa newsletter
Financiamento

Notícias

 
COVA DA BEIRA 2020 COM SESSÕES DE INFORMAÇÃO SOBRE APOIOS FINANCEIROS NA COVILHÃ, FUNDÃO E BELMONTE
25 DE JULHO DE 2019

O instrumento de apoio ao desenvolvimento local COVA DA BEIRA 2020 gerido pela RUDE - Associação de Desenvolvimento Rural, lançou um novo o período para apresentação de candidaturas para o co-financiamento de projetos de diversificação de atividades na exploração agrícola.

A Equipa Técnica do GAL COVA DA BEIRA 2020 vai proceder à realização de diversas sessões de esclarecimento pelo território sobre a medida de apoio referida e com a seguinte calendarização:


Dia 31 de julho | 14h30m | Covilhã – Centro de Inovação do Turismo (NEST) | INSCREVA-SE AQUI
Dia 6 de agosto | 14h30m | Fundão – A Moagem (Sala estúdio) | INSCREVA-SE AQUI
Dia 9 de agosto | 10h30m | Belmonte – Câmara Municipal de Belmonte |
INSCREVA-SE AQUI

COVA DA BEIRA 2020 LANÇA CONURSO PARA DIVERSIFICAÇÃO DE ATIVIDADES NA EXPLORAÇÃO AGRÍCOLA
22 DE JULHO DE 2019

O instrumento de apoio ao desenvolvimento local COVA DA BEIRA 2020 gerido pela RUDE - Associação de Desenvolvimento Rural, lançou um novo o período para apresentação de candidaturas para o co-financiamento de projetos de diversificação de atividades na exploração agrícola.

Os apoios a concurso previstos na operação 10.2.1.3 - “Diversificação de Atividades na Exploração Agrícola”, do Programa de Desenvolvimento Rural, PDR2020, visam estimular o desenvolvimento, nas explorações agrícolas, de atividades que não sejam de produção, transformação ou comercialização de produtos agrícolas, até um máximo 200 000 € de investimento, criando novas fontes de rendimento e de emprego.
 
São susceptíveis de apoio as unidades de de alojamento turístico, serviços de recreação e lazer, estabelecimentos de restauração e bebidas, cestaria, olaria, serviços relacionados com a agricultura, silvicultura e exploração florestal, entre outras actividades económicas.
 
O apoio não reembolsável varia entre os 40% e os 50% do investimento elegível.

CADEIAS CURTAS E MERCADOS LOCAIS COM APOIOS NO COVA DA BEIRA 2020
19 DE JUNHO DE 2017

O instrumento de apoio ao desenvolvimento local COVA DA BEIRA 2020, gerido pela RU.DE – Associação de Desenvolvimento Rural, abriu o período para apresentação de candidaturas para a criação de cadeias curtas de distribuição e de comercialização de produtos agrícolas, e a criação ou modernização de infraestruturas existentes de mercados locais.

 

São objectivos desta medida de apoio, promover o contacto direto entre o produtor e o consumidor, contribuindo para o escoamento da produção local, a preservação dos produtos e especialidades locais, a diminuição do desperdício alimentar, a melhoria da dieta alimentar através do acesso a produtos da época, frescos e de qualidade, bem como fomentando a confiança entre produtor e consumidor.

 

Podem beneficiar dos apoios previstos na medida de apoio projectos de investimento com um custo total elegível, apurado em sede de análise, igual ou superior a 5.000 euros e inferior ou igual a 200.000 euros promovidos por GAL, associações de desenvolvimento local e de produtores, parcerias que integrem no mínimo três produtores agrícolas e autarquias.

 

O apoio previsto assume a forma de incentivo não reembolsável até 50% das despesas elegíveis. As candidaturas decorrem até ao próximo dia 21 de agosto de 2017.

 

 

 

COVA DA BEIRA 2020 ABRE CONCURSOS

PARA EMPREENDEDORISMO E EMPREGO

1 DE JUNHO DE 2017

O instrumento de apoio ao desenvolvimento local COVA DA BEIRA 2020, gerido pela RU.DE – Associação de Desenvolvimento Rural, abriu no passado dia 1 de junho o período para apresentação de candidaturas ao Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego (SI2E).

O SI2E pretende estimular o surgimento de iniciativas empresariais e a criação de emprego em territórios de baixa densidade, promovendo o desenvolvimento socioeconómico de base local e reforçando a abordagem territorializada da intervenção social com base em estratégias locais de desenvolvimento.

Este apoio é destinado a investimentos com a criação, expansão ou modernização de micro e pequenas empresas, assumindo como prioridade o combate ao desemprego.

No âmbito da intervenção do GAL COVA DA BEIRA 2020 serão elegíveis projectos de investimento de montante até 100 mil euros, susceptíveis de beneficiar de um incentivo não reembolsável entre 40% e 60% do investimento e de um apoio por posto de trabalho criado até 18 meses.

A dotação orçamental do aviso de concurso agora publicado pelo GAL Cova da Beira 2020, , é de 1.354.684,13 € financiado através do FSE e FEDER.

O período para a apresentação de candidaturas ao Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego (SI2E) decorre até ao final do ano, com três fase de selecção de candidaturas, a 10 de agosto, 19 de outubro e 29 de dezembro.

 

 

TRANSFORMAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS AGRÍCOLAS COM 3,2 MILHÕES DE EUROS DE INVESTIMENTO NA COVA DA BEIRA

20 DE NOVEMBRO DE 2016

Encerrado o período para a apresentação de candidaturas para apoio a empresas de transformação e comercialização de produtos agrícolas ao instrumento de desenvolvimento local COVA DA BEIRA 2020, gerido pela RU.DE – Associação de Desenvolvimento Rural, foram recepcionados 16 projetos cujo investimento total superior é a 3,2 milhões de euros.


Dos projetos apresentados, quatro incidem na comercialização de fruta. Já os projectos submetidos pelas empresas de transformação de produtos agrícolas, centram-se na produção de queijo, azeite, salsicharia e enchidos, cerveja artesanal, sumos e compotas de frutas. As candidaturas apresentadas neste 1º concurso correspondem maioritariamente a projetos no concelho do Fundão contando com mais de 2,2 milhões de investimento. Os projectos apresentados permitirão criar no território da Cova da Beira 24 novos postos de trabalho.


Entretanto decorre, até ao próximo dia 28 de novembro, o período para apresentação de candidaturas de actividades, nas explorações agrícolas, que não sejam de produção, transformação ou comercialização de produtos agrícolas, até um máximo 200.000€ de investimento. Para breve, está também prevista a abertura do período de candidaturas à medida de apoio à renovação de Aldeias.


Todas as informações relativas a estes apoios para o território da Cova da Beira estão disponíveis em www.covadabeira2020.eu

 
 

COVA DA BEIRA 2020 RECEBE 31 PROJETOS DE INVESTIMENTO EM EXPLORAÇÕES AGRÍCOLAS

18 DE OUTUBRO DE 2016

O instrumento de apoio ao desenvolvimento local COVA DA BEIRA 2020, gerido pela RU.DE – Associação de Desenvolvimento Rural, encerrou, ontem, dia 17 de outubro, o 1º período de apresentação de candidaturas para apoio a pequenos investimentos na exploração agrícola.


Foram submetidos para análise da entidade gestora do GAL COVA DA BEIRA 2020 31 projetos, que representam um total de investimento de 882.567,10€ superando largamente a dotação orçamental colocada a concurso. Quanto à incidência territorial dos projectos de investimento agora apresentados, 61% situam-se no concelho do Fundão, 26% no concelho da Covilhã e 13% no concelho de Belmonte. Relativamente à tipologia da exploração agrícola, quase metade dos investimentos propostos incidem sobre a cultura de pomóideas e prunóideas com particular relevância para a produção de cereja. De acordo com os indicadores de emprego submetidos pelos promotores destas iniciativas, os projectos de investimento apresentados permitirão criar mais de três dezenas de empregos, entre trabalho sazonal e permanente.


Atendendo ao elevado número de intenções de investimento que o território tem demonstrado, o GAL COVA DA BEIRA 2020 conta abrir já no 1º trimestre do próximo ano, novo período para apresentação de candidaturas a esta mediada de apoio aos pequenos investimentos na exploração agrícola.


Entretanto decorre ainda o período para apresentação de candidaturas às operações 10.2.1.2 para o apoio a actividades de transformação e comercialização de produtos agrícolas e 10.2.1.3 para a diversificação de actividades na exploração agrícola.

Os apoios previstos na operação 10.2.1.2 - “Pequenos Investimentos na Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas” visam contribuir para o processo de modernização e capacitação das empresas de transformação e de comercialização de produtos agrícolas e traduzem-se no apoio a pequenos investimentos através da criação ou modernização de unidades de transformação e comercialização de produtos agrícolas que envolvam investimentos tangíveis e intangíveis de pequena dimensão até um máximo 200.000€ de investimento destinados a melhorar o desempenho competitivo das unidades agroindustriais, garantindo simultaneamente a sustentabilidade ambiental das atividades económicas. A dotação orçamental para este período de candidaturas, que termina a 27 de outubro, é de 370.000 €.


O financiamento de projetos no âmbito da operação 10.2.1.3 - “Diversificação de Atividades na Exploração Agrícola” visam estimular o desenvolvimento, nas explorações agrícolas, de atividades que não sejam de produção, transformação ou comercialização de produtos agrícolas, até um máximo 200 000 € de investimento, criando novas fontes de rendimento e de emprego, contribuindo diretamente, por essa via, para a manutenção ou melhoria do rendimento do agregado familiar, a fixação da população, a ocupação do território e o reforço da economia rural. A dotação orçamental para este período de candidaturas, que termina a 28 de novembro, é de 560.000 €.


Para breve, está também prevista a abertura do período de candidaturas à medida de apoio 10.2.1.6 – Renovação de Aldeias.


Todas as informações relativas a estes apoios para o território da Cova da Beira estão disponíveis em www.covadabeira2020.eu

1 MILHÃO DE EUROS A CONCURSO PARA O FINANCIAMENTO DE PROJECTOS

25 DE SETEMBRO DE 2016

O Grupo de Ação Local COVA DA BEIRA 2020 gerido pela RUDE - Associação de Desenvolvimento Rural, tem abertos concursos para o financiamento de pequenos investimentos nas explorações agrícolas, na transformação e comercialização de produtos agrícolas e de projetos de diversificação de atividades na exploração agrícola.


As medidas agora lançadas visam a melhoria das condições de vida, de trabalho e de produção dos agricultores, a modernização e capacitação das empresas do setor agrícola e das empresas de transformação e comercialização de produtos agrícolas e, ainda, o desenvolvimento, nas explorações agrícolas, de outras atividades, criando por essa via, novas fontes de rendimento e de emprego.
Os apoios referidos são parte integrante da ação 10.2 «Implementação das estratégias» da Medida 10 LEADER do programa de desenvolvimento rural do continente, PDR2020 e contam nesta fase de candidaturas com uma dotação orçamental de superior a 1 milhão de euros.


A operação 10.2.1.1 – “Pequenos Investimentos na Exploração Agricola” tem por objectivo promover a melhoria das condições de vida, de trabalho e de produção dos agricultores e contribuir para o processo de modernização e de capacitação das empresas do setor agrícola. A tipologia de intervenção a apoiar respeita a investimentos nas explorações agrícolas inferiores a 40.000€. O período para apresentação de candidaturas decorre até ao próximo dia 17 de outubro e conta com uma dotação de 245.000€.


Os apoios previstos na operação 10.2.1.2 - “Pequenos Investimentos na Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas” visam contribuir para o processo de modernização e capacitação das empresas de transformação e de comercialização de produtos agrícolas e traduzem-se no apoio a pequenos investimentos através da criação ou modernização de unidades de transformação e comercialização de produtos agrícolas que envolvam investimentos tangíveis e intangíveis de pequena dimensão até um máximo 200.000€ de investimento destinados a melhorar o desempenho competitivo das unidades agroindustriais, garantindo simultaneamente a sustentabilidade ambiental das atividades económicas. A dotação orçamental para este período de candidaturas, que termina a 27 de outubro, é de 370.000 €.


O financiamento de projetos no âmbito da operação 10.2.1.3 - “Diversificação de Atividades na Exploração Agrícola” visam estimular o desenvolvimento, nas explorações agrícolas, de atividades que não sejam de produção, transformação ou comercialização de produtos agrícolas, até um máximo 200 000 € de investimento, criando novas fontes de rendimento e de emprego, contribuindo diretamente, por essa via, para a manutenção ou melhoria do rendimento do agregado familiar, a fixação da população, a ocupação do território e o reforço da economia rural. A dotação orçamental para este período de candidaturas, que termina a 28 de novembro, é de 560.000 €.


O nível de apoio a conceder varia entre os 40% e os 50% do investimento elegível.


A Equipa Técnica do GAL COVA DA BEIRA 2020 vai proceder à realização de diversas sessões de esclarecimento pelo território sobre os apoios enunciados e com a seguinte calendarização:
Dia 12 de Setembro | 14h30m | Covilhã – Sede da Banda da Covilhã
Dia 14 de Setembro | 14h30m | Fundão – Biblioteca Municipal Eugénio Andrade
Dia 15 de Setembro | 14h30m | Belmonte – Sala da Assembleia Municipal de Belmonte


Todas as informações relativas a estes apoios para o território da Cova da Beira estão disponíveis em www.covadabeira2020.eu

RUDE INICIA A EXECUÇÃO DA ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL “COVA DA BEIRA 2020” COM 4 MILHÕES DE EUROS PARA APOIAR O DESENVOLVIMENTO LOCAL

25 DE JULHO DE 2016

O GAL COVA DA BEIRA 2020 iniciou simbolicamente no passado dia 21 de julho a execução da Estratégia de Desenvolvimento Local Cova da Beira 2020, com a realização, no Salão Nobre da Câmara Municipal do Fundão, das reuniões do Órgão de Gestão e da Assembleia de Parceiros.


Na reunião do Órgão e Gestão, composto pela RUDE – Associação de Desenvolvimento Rural, Câmara Municipal do Fundão, Câmara Municipal de Belmonte, Universidade da Beira Interior, Associação Comercial e Industrial do Concelho do Fundão, Adega Cooperativa da Covilhã e Santa Casa da Misericórdia da Covilhã, foram aprovados os avisos de concurso às medidas 10.2.1.1 - “Pequenos Investimentos nas Explorações Agrícolas”, 10.2.1.2 - “Pequenos Investimentos na Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas” e 10.2.1.3 – “Diversificação de Atividades na Exploração Agrícola”, com uma dotação orçamental superior a um milhão de euros.
O período para a apresentação de candidaturas decorrerá entre agosto e novembro.


As medidas agora lançadas visam a melhoria das condições de vida, de trabalho e de produção dos agricultores, a modernização e capacitação das empresas do setor agrícola e das empresas de transformação e comercialização de produtos agrícolas e o desenvolvimento, nas explorações agrícolas, de outras atividades, criando por essa via, novas fontes de rendimento e de emprego.
Na reunião da Assembleia de Parceiros, Carlos Pinto, Presidente da RU.DE – Associação de Desenvolvimento Rural, entidade gestora do GAL COVA DA BEIRA 2020, salientou a importância da abordagem LEADER e do Desenvolvimento Local de Base Comunitária para a integração do espaço rural numa economia dinâmica voltada para os territórios de baixa densidade, lamentando, contudo, o orçamento diminuto atribuído pela administração central para a execução da estratégia de desenvolvimento local neste território.


Paulo Fernandes, Presidente da Câmara Municipal do Fundão, referiu não ter dúvidas de que a procura no território da Cova da Beira por estas medidas de apoio será muito superior relativamente ao orçamento disponível, salientando que essa situação constituirá um fator de pressão para que no quadro da avaliação intercalar e de reprogramação, O território possa exigir um reforço do seu orçamento.


O GAL COVA DA BEIRA 2020, constituído por 122 parceiros, tem como entidade gestora a RU.DE – associação de Desenvolvimento Rural, que conta com uma dotação orçamental de 3.957.823,66 € para este período de programação e será responsável pela gestão do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), do Fundo Social Europeu (FSE) e da Medida 10 – LEADER do Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER) para apoio a projectos de desenvolvimento no território.